Será que estou apaixonada? 15 questões para saber se é só carência ou tesão!

Nem sempre é óbvio saber que estamos apaixonadas, porque o processo de elaboração e compreensão dos nossos afetos é exatamente isso: um processo.
Uma das últimas vezes em que estive apaixonada, fui avisada pelos meus amigos, porque eles perceberam antes de mim.

Mas hoje eu já sei que os “sintomas” que eu apresentei de paixão naquele determinado momento estavam exacerbados justamente porque eu estava passando por um momento de grande carência, somado a um acúmulo de tesão. E essa conclusão eu precisei tirar sozinha.

Então existe diferença entre tesão, carência e paixão?

Esses três sentimentos se sobrepõem com frequência, porque eles se retroalimentam em muitas situações, mas é importante saber identificá-los separadamente.

Na prática, é sempre importante entender quando estamos romantizando uma pessoa que nem é tão legal assim com a gente, e muitas vezes nem merece nosso afeto, simplesmente porque estamos com fogo no rabo ou estamos há muito tempo sem receber o carinho de ninguém.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Lawrence Al-Calvet (@lawzito_calvet)

 

Mas como saber se você está apaixonada mesmo ou se inventou esse romance todo na sua cabeça?

Os sintomas de paixão são os mesmos em todos os casos, mas eles recebem uma cor, um aspecto diferente em cada situação. Então, sim, provavelmente você está apaixonadinha em algum nível (até para estar procurando textos como esse para ler, não é?), mas essa pode ser apenas uma paixão inventada para suprir sua carência emocional ou para deixar a pegação mais excitante…

Uma vez que você entende isso, boa parte do encanto criado artificialmente vai embora e então você passa a adequar seus sentimentos a quem a pessoa realmente é e o que ela de fato provoca em você.

Vamos analisar os sintomas de paixão abaixo e como eles se manifestam em cada caso?

1. Você pensa nele(a) com muita frequência

Quando eu estou apaixonada por alguém, essa pessoa ocupa minha cabeça 24 horas por dia. Não quer dizer que eu não pense em mais nada além da pessoa amada, mas a sensação é de que ela me acompanha ao longo do dia. Como descrevi no trecho abaixo, quando estava (carente, com tesão e) apaixonada em meados de julho por uma sapatona local:

“Eu penso nela o tempo todo, literalmente o tempo todo. Mesmo quando eu estou fazendo outra coisa, tipo trabalhando, ela está lá no segundo plano, tipo aplicativo de celular que fica funcionando sem você saber como desliga”.

Se sentir consumida nesse nível por alguém normalmente é um sintoma da paixão atenuada por carência ou tesão (ou um combo dos dois).

De fato, quando estamos apaixonadas, pensamos na pessoa amada com uma frequência alta, mas a carência e o tesão intensificam tudo e podem elevar a situação para um nível obsessivo que devemos evitar a todo custo!

O sentimento da paixão, em uma pessoa emocionalmente estável, madura e preparada para viver um relacionamento saudável não é algo que consome todos os aspectos da nossa vida, ainda que você não fique “exclusivamente” focada nisso.

Todos nós devemos cultivar várias paixões diferentes na vida: mesmo se você for uma pessoa monogâmica, é importante ter paixão por nós mesmas, pelo nosso trabalho, por uma causa política, etc…

Se você estiver se ocupando totalmente de apenas uma paixão por outra pessoa, provavelmente você está com muito fogo no rabo acumulado ou carente emocionalmente e não verdadeiramente apaixonada por alguém que tenha conquistado esse nível de afeto.

Vamos trabalhar para melhorar essa auto confiança? Veja nosso artigo para melhorar a auto estima, você deve estar precisando!

2. Você checa todas as atividades dele(a) nas redes sociais

Eu me apaixono por pessoas que eu aprecio muito esteticamente: gosto de apreciar suas belezas o máximo possível, por isso tento não perder nenhuma atualização nas redes sociais. Se a paixão estiver sendo recíproca, peço fotos e vídeos na frequência que a pessoa quiser mandar, mas me aproveito ao máximo do que estiver disponível online.

Se você não perde nenhum story ou tweet da crush, e ainda se pega revendo as atualizações antigas, os destaques salvos, etc, provavelmente você está apaixonada!

(Agora, se você vê o mesmo destaque de uma sapatona dançando de casaco na praia de São Paulo ao som de Lamparina mais de dez vezes por dia todos os dias: cuida dessa carência tá bom?)

3. Você também espera que ele(a) veja todas as suas atividades virtuais

Eu fico muito feliz quando vejo a pessoa que eu gosto interessada na minha presença, vendo meu rosto, acompanhando minha vida. Quando ela ou ele deixam de acompanhar minhas atualizações eu me sinto um pouco rejeitada, mas sem exagero: a vida é muito mais do que redes sociais e a demonstração de afeto mais valiosa é sempre na vida real, ok?

Às vezes seu crush simplesmente não usa tanto as redes assim!

Se você gostaria de ser completamente apreciada por alguém específico, isso é um forte indicador de que você está sentindo uma paixão muito intensa e gostosa! O atenuante da carência (ou tesão) aparecem quando você passa a condicionar todas as suas publicações a alguém específico, produzindo apenas para que ela veja, e esse é um comportamento que você deve rever imediatamente.

4. O algoritmo do Instagram coloca o rosto dele(a) na frente de todos os outros

Ainda no âmbito virtual, os algoritmos são inteligentes e treinados para saber tudo sobre você, em especial aquilo que mais te interessa. Se o rosto da crush for sempre um dos três primeiros rostos do visualizados no seu stories ou dos likes no seu feed do instagram, é porque o algoritmo captou alguma coisa sobre você e aquela pessoa em questão. O quê exatamente não dá pra saber apenas com esse sinal, mas é sempre um fator que eu gosto de avaliar!

5. Você se importa muito com a opinião dele(a) sobre você

Quem não gosta de ser correspondido, não é mesmo? Se você tem uma estima muito grande por alguém, é completamente normal que você se importe com a opinião dela por você. Você quer ser admirado, quer que ela goste das coisas que você fala, dos seus pensamentos, do seu gosto estético, etc.

Esses são sinais claros de uma paixão, ainda que platônica!

Agora, se você condiciona todas as suas ações e passa a moldar a pessoa que você é, com esse intuito de agradar qualquer pessoa que seja, provavelmente sua paixão é outra coisa disfarçada de romance. Paixão de verdade não é isso, ok?

Se a crush simplesmente não te achar tão daora assim, desencana e vai dar afeto para quem merece esse afeto: a começar com si mesma! A sua opinião é a mais importante de todas.

6. Você tem vontade de falar com ele(a) o tempo todo

Tudo que acontece em exagero é ruim e devemos analisar o que está causando essa intensificação de tudo. Afinal, se você quer falar com apenas uma pessoa o tempo todo, o que acontece com as outras pessoas da sua vida – e com você mesma?

Dito isso, quando estamos apaixonados, de fato, queremos conversar com nossa paixão em uma frequência muito alta. Se essa paixão estiver sendo provocada por alguém especial, é normal que ela seja uma pessoa que você admira bastante.

Alguém que te inspira, que tem pensamentos e opiniões que te desafiam, te ensinam e fazem com que você sinta que está crescendo enquanto indivíduo a partir das interações que você tem com ela. Acima de tudo: uma pessoa que te proporciona bons momentos, conversas que te nutrem de carinho e outros sentimentos positivos.

Esses são fortes sinais de uma paixão verdadeira, que não é fruto de uma falta de afeto.

Mas, se você tem vontade de falar demais com uma pessoa que nem te trata tão bem, que você não admira intelectualmente e nem artisticamente… Será que você não está só emocionada demais com uma atração superficial e a beleza dela está te distraindo de coisas que importam tanto quanto aparência física (ou até mais?).

7. Você fala dele(a) para todos os seus amigos

É muito importante falar tudo o que acontece na nossa vida amorosa para os nossos amigos mais próximos. Apenas falando sobre nossos afetos coletivamente conseguimos como sociedade criar um ambiente saudável, entendendo quando comportamentos são inadequados e até mesmo perigosos.

É uma forma de nos protegermos, então, se você for uma dessas pessoas mais fechadas, tente mudar isso e incentivar seus amigos próximos (especialmente homens) a mudarem também!

Agora, se você só fala de uma pessoa específica com todos os seus amigos e eles acham que você está obcecada com um crush que não sai da sua cabeça: cuidado! Já reparou que ou você está falando com o boyzinho ou está falando sobre o boyzinho? Não tá saudável isso, mona!

8. Seus amigos dizem que você está apaixonada

Como eu já conto tudo para os meus amigos, eles me conhecem muito bem. Inclusive, sempre me desafiam com questionamentos relevantes. É comum que eles perguntem os motivos do meu interesse em determinada pessoa, então também fica muito mais fácil perceber quando estou emocionada demais com alguém que nem é tão interessante assim.

(Se eu não consigo elaborar muita coisa além de “essa é uma das pessoas mais bonitas que eu já vi na vida” a resposta é óbvia né?).

De qualquer forma, se você tiver esse costume importantíssimo de compartilhar suas questões amorosas com os amigos e eles julgarem que você está apaixonada (ou qualquer outra coisa), as chances deles estarem certos sobre você são altíssimas!

9. Você para de usar aplicativos de pegação

Quando meu interesse já tem nome e rosto, é difícil eu continuar atrás de outros lances (a não ser que eu não esteja sendo correspondida, mas nesse caso eu faço primeiro meu ritual para superar amor não correspondido).

Se você desinstalou seus apps de pegação, perdeu o prazo de responder os(as) gatinhos(as) no bumble ou simplesmente parou de se esforçar para puxar papo com esses matchs – mas sempre se esforça para conversar com o boyzinho em questão – talvez seja a hora de assumir essa paixão!

10. Você desanima para sair em outros dates/encontros

O sintoma acima está relacionado com esse ponto de agora… Caso você seja solteira ou não-monogâmica, se apaixonar por uma pessoa não é sinônimo de parar de sair com outros pretendentes! Mas com certeza dá uma abalada no interesse.

Afinal, ir em encontros exige certa dedicação: tempo, dinheiro, presença… E se, de repente você nota que sua empolgação para passar o tempo flertando ou beijando na boca de outros afetos deu uma diminuída significativa, talvez você esteja mesmo afim de alguém específico. Que tal viver esse amor?

11. Você sempre arruma um jeito de encontrar com ele(a)

Em compensação, quando esse crush te convida para sair, não importa se você está exausta, atarefada, sem tempo e sem energia… Você dá um jeito! Às vezes ele nem precisa te chamar diretamente, se você descobre que a boyzinha vai estar em algum evento ou role específico e você pode ir para o mesmo lugar, você vai apenas para vê-la!

Com certeza você está apaixonada, agora resta saber o quão sincero é esse sentimento.

Se, para sair com alguém, você é irresponsável ou negligente com outros afetos (incluindo você mesma!) e obrigações da sua vida, essa paixão parece mais déficit de alguma outra coisa… Faça uma auto análise e tente descobrir de onde vem essa instabilidade e/ou fragilidade emocional!

Será que não é a hora de fazer um ritual de fortalecimento da auto estima?

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por odeio gostar (@odeiogostar)

 

12. Você compara todos seus pretendentes com ele(a)

Às vezes o momento inicial de uma paixão nova é mais avassalador mesmo e ocupa todos os espaços reservados ao romance, mas essa fase deve passar rápido! Existem muitas pessoas interessantes no mundo e se apaixonar por alguém não deve te incapacitar de reconhecer outras pessoas tão incríveis quanto o crush, ainda que de formas diferentes.

Se você está comparando todos os seus pretendentes com uma pessoa em específico e ninguém mais parece tão interessante e digno do seu tempo e afeto, provavelmente você não está apaixonada pelo boyzinho de verdade, mas por uma criação romantizada dele que só existe na sua cabeça!

13. Você escuta suas músicas favoritas pensando nele(a)

Esse é um ponto bem típico de uma paixão (e saudável!): se você escuta suas músicas favoritas no dia a dia pensando em alguém específico, você está no mínimo apaixonadinha. E se sentir apaixonada é uma delícia!

Aproveite ao máximo esse sentimento gostoso, sem permitir que ele te faça mal. Até porque, você não vai querer deixar de ouvir essas músicas caso o lance entre vocês não dê certo, né?

14. Quando você olha para a lua cheia, você pensa nele(a) imediatamente

Será que esse ponto só vale para sapatão??

Mulheres que se relacionam com outras mulheres costumam muito falar sobre a lua entre si: nosso corpo é sincronizado com as fases da lua e por isso é comum nos sentirmos muito conectadas com ela, reparando com frequência no céu.

Se você já mandou mensagem pro crush falando “viu como a lua está linda hoje?”, é paixão na certa! E, se já recebeu uma mensagem assim, melhor ainda!

15. Você sonha com ele(a) 

Por fim, se você é uma pessoa que costuma sonhar bastante e se lembrar dos seus sonhos pela manhã, é comum que você sonhe com seus afetos e as pessoas que ocupam a centralidade dos seus pensamentos!

Se você começou a sonhar com frequência em alguém específico (e os sonhos são na maioria românticos), você definitivamente está apaixonada.

E agora?

Você entendeu que está mesmo apaixonada e não sabe qual é o próximo passo? Avalie alguns pontos:

Se você está disposta a viver um romance físico, que não seja apenas platônico, é importante demonstrar essa intenção (ou declará-la abertamente).

Não precisa sair dizendo que está apaixonada se vocês ainda nem ficaram ou sequer tiveram um encontro oficial, mas vale a pena investir nessa possibilidade. Seja direta e chame o crush para um date!

Caso vocês já tenham passado dessa fase e já estejam se relacionando casualmente, vale a pena abrir o jogo sobre seus sentimentos.

Para quê esconder o que você sente por alguém? Não consigo pensar em nenhum motivo válido para isso.

Ah, e confira aqui nossas dicas para melhorar o relacionamento e também esse artigo aqui para melhorar a comunicação com o boy.

“Mas eu tenho medo de ser rejeitada”

A rejeição é sempre uma possibilidade e precisamos lidar com ela de forma madura, sem medo. Na realidade, quanto mais rápido tivermos essa resposta, melhor! Assim você realiza nosso ritual para superar amor não – correspondido e em 28 dias contados já estará preparada para se apaixonar novamente! O importante é jamais se fechar para o amor e lembrar que existem muitas pessoas apaixonantes pelo mundo, a começar pela que você vê no espelho!