Como identificar e sair de um relacionamento tóxico

We sometimes include products we think are useful for our readers. If you buy through links on this page, we may earn a small commission. Read our affiliate disclosure.

 

É muito difícil falar de amor saudável em um mundo onde quase todo mundo tem dificuldade para amar a si mesmo. E a verdade é uma só: quem não ama a si mesmo, não consegue amar outra pessoa.

Não adianta: amar alguém com a autoestima destruída só vai terminar em dor e tristeza para todos os lados. Ou, no caso de você também estar com a autoestima lascada, um relacionamento tóxico e abusivo se arrastará até que um dos dois quebre o ciclo. 

Hoje eu vou te ensinar estratégias para quebrar esse ciclo. Mas, antes, algumas coisas básicas:

Posso estar em um relacionamento tóxico sem saber?

Não se culpe por ter dúvidas. Vivemos em uma sociedade onde não temos educação emocional. Tudo o que aprendemos sobre relacionamentos é aquilo que absorvermos das representações midiáticas, e na grande maioria das vezes esse referencial é negativo.

Mesmo que o seu relacionamento seja saudável, é bem possível que você tenha um amigo ou uma amiga nesse momento que esteja vivendo em um relacionamento tóxico, sem saber.

Isso pode acontecer por alguns motivos:

  • Falta de um referencial saudável para comparar

  • Autoestima destruída demais para lidar com a verdade

  • Desconexão com a realidade

E como identificar se meu relacionamento é tóxico?

Não é fácil identificar um relacionamento tóxico no início. Muita gente acha que um relacionamento assim é ruim o tempo todo, mas não é verdade. Existem muitos momentos de amor e alegria, muitas lembranças positivas que são construídas ao lado da pessoa amada que dificultam o entendimento de que aquele relacionamento não é saudável.

São justamente esses bons momentos, essa felicidade enorme que existe na relação, que dificulta o processo de libertação desse ciclo. Por mais que você identifique algumas situações negativas, você não quer abrir mão dos bons momentos por isso. 

Você acredita que é possível melhorar, que vale a pena insistir na relação, enfrentando as dificuldades… Mas a verdade é que quando um relacionamento machuca, ele já não está legal, e nada deve “compensar” as feridas que o relacionamento te causa.

Dê uma olhada nos 11 sinais de um relacionamento abusivo que pode ser familiar para você, caso você esteja se relacionamento com uma pessoa manipuladora:

1) Você se sente culpada por coisas normais

Quando foi a última vez que você se sentiu culpada?

Fim de semana passado? Ontem? Talvez até esta manhã?

Admite. Você percebe que seu parceiro te faz sentir culpada por coisas que não são sua culpa.

Você não fez nada de errado, mas se sente culpada mesmo assim. Seu parceiro faz você se sentir mal com tudo e qualquer coisa.

Esse é um dos sinais de relacionamento abusivo que deve estar na sua lista de observação.

Quando alguém faz você se sentir mal por coisas que são normais, essa pessoa está te manipulando emocionalmente.

Isso pode acontecer quando alguém tenta controlar quanto tempo você passa com sua família ou amigos. Não é incomum que uma pessoa manipuladora faça você se sentir culpada por passar tempo com seus amigos e familiares.

Eles podem até tentar controlá-la para passar menos tempo com eles.

Soa familiar?

Este é um dos sinais de abuso que pode ser difícil de detectar no início, mas é algo que você deve prestar muita atenção.

2) Ele te responsabiliza por tudo

Tudo começa com um sentimento de culpa e vergonha.

Você pode estar se perguntando como é possível culpar alguém por algo que não é culpa dela.

No entanto, pessoas manipuladoras são muito boas nisso.

Eles são muito melhores nisso do que você pode imaginar.

Eles vão culpá-la por tudo em um relacionamento e até mesmo coisas que não têm nada a ver com você ou com a relação dos dois.

Eles vão fazer você se sentir mal consigo mesma e com o que você fez para machucá-los ou aborrecê-los. Um dos sinais de manipulação pode ser a forma como eles falam com você e te culpam por tudo que dá errado em seu relacionamento.

Não é incomum que uma pessoa manipuladora o culpe por coisas como: ser muito quieto, muito barulhento, muito amigável, não amigável o suficiente, muito inteligente, não inteligente o suficiente, etc. A lista pode continuar e continuar.

E adivinha?

Quando alguém te culpa por tudo, mesmo quando não é sua culpa, esse é um dos sinais de manipulação. E é tóxico.

Então, lembre-se: você deve ficar atento a esse tipo de comportamento de uma pessoa manipuladora em seu relacionamento. É um dos sinais mais óbvios de que você está lidando com uma dinâmica doentia.

3) Ele é sempre a vítima da situação

Você notou que seu parceiro está agindo como uma vítima, mesmo quando você não fez nada de errado com ele?

Se sim, tome cuidado. Por quê?

Porque este é um dos sinais de manipulação.

Ser uma vítima é uma maneira fácil de manipular alguém para se sentir culpado. E adivinha?

Se você está perto de alguém que faz o papel de vítima, eles vão tirar vantagem disso.

Eles vão desempenhar o papel de vítima tão bem que pode até enganar você a pensar que eles são uma vítima real.

Quando uma pessoa desempenha muito bem o papel de vítima, esse é um dos sinais de relacionamento tóxico que deve estar na sua lista de observação.

Existem dois tipos de pessoas que desempenham muito bem o papel de vítima: aquelas que realmente se sentem vitimizadas e aquelas que fingem ser vítimas quando na verdade não são.

Pessoas manipuladoras geralmente se enquadram na segunda categoria, mas também podem se enquadrar na primeira categoria.

Isso pode ser muito difícil de identificar, especialmente nos estágios iniciais de um relacionamento. No entanto, se você prestar muita atenção e observar este sinal, você consegue aprender a diferença.

4) Ele faz você se sentir mal consigo mesma e com sua situação de vida

O manipulador quer que você pense que os problemas dele são mais importantes que os seus e que seus problemas não são tão importantes quanto os deles.

Este é um dos sinais mais sutis de manipulação.

O fato:

Manipuladores vão fazer você se sentir culpada por coisas sobre as quais você não tem controle, e eles vão fazer você se sentir mal consigo mesma e com sua situação de vida.

E sabe de uma coisa?

É assim que eles mantêm você sob seu controle e é assim que eles conseguem o que querem. Eles fazem você se sentir como o vilã caso não pense que os problemas deles são mais importantes que os seus.

Eles fazem isso de maneiras sutis, como dizer a você que seus problemas não são problemas reais, ou de maneiras mais óbvias, como dizer a você que seus problemas não importam para eles ou para qualquer outra pessoa.

5) Ele tenta controlar quanto tempo você passa com os outros

O manipulador quer manter você só para ele e não quer que você passe tempo com mais ninguém. Ele te isola de todos os seus amigos e familiares, para que sua única relação de afeto seja com ele.

Eles querem você só para eles e farão o possível para garantir que isso aconteça.

Eles farão comentários como: “Por que você estava falando com ele/ela?” ou “Por que você saiu com ele/ela?” ou “Você não deveria ter saído com ele”.

Eles podem até acusá-la de ter um caso se virem que você está se aproximando de outra pessoa. Este é um sinal de que o manipulador não gosta de compartilhar seu tempo com ninguém além deles.

Outra coisa que eles podem fazer é começar a arrumar briga com as pessoas da sua vida. Criando um motivo concreto para mante-los afastados, sem precisar cobrar isso de você explicitamente.

Afinal, é natural que você se afaste de pessoas que brigaram com seu companheiro, certo? Ou acabe se afastando naturalmente de amigas que ele não gosta de ter por perto, por exemplo.

Então, não deixe ninguém controlar seu tempo e nem lhe dizer com quem você deve passar o tempo. E preste atenção se ele nunca está satisfeito com as suas amigas, ou pessoas que você tem ao seu lado.

6) Ele não assume responsabilidade por suas ações

Manipuladores nunca admitirão que estão errados, mesmo quando sabem que estão.

Portanto, se você apontar algo que eles fizeram algo errado, eles negarão e inventarão alguma desculpa para explicar que na verdade foi você quem não entendeu o que aconteceu.

7) Ele faz promessas sobre o futuro e não as cumprem

O manipulador fará promessas sobre o futuro e lhe dirá exatamente o que eles vão fazer por você e como eles vão se tornar alguém melhor, mas eles nunca cumprirão essas promessas.

Eles podem até dizer que vão mudar da maneira que você quer que eles mudem, mas é tudo mentira. Eles nunca cumprem suas promessas e não se importam em mudar a si mesmos.

8) Ele tenta controlar seus sentimentos

Os manipuladores farão o possível para controlar seus sentimentos e emoções. Dessa forma, eles podem garantir que você não sinta nenhum tipo de emoção negativa em relação a eles. E farão com que você direcione todo sentimento negativo a um fator externo ao relacionamento.

Tudo o que você sentir de bom, é mérito dele. O que for ruim, é por causa de alguém do seu convívio (um amigo ou familiar que ele quer afastar da sua vida) ou por fatores externos fora do controle dos dois.

Ah, claro, ou por sua própria culpa, que é a mulher incompetente e responsável por tudo de ruim que acontece consigo mesma.

9) Faz você se sentir mal consigo mesmo e com suas conquistas

Se você for uma mulher bem sucedida, e começar a alcançar seus objetivos profissionais e pessoais, naturalmente ficará com a autoestima mais fortalecida. Isso é um problema, porque fará com que você veja os problemas do seu relacionamento e queira romper com esse ciclo.

Um namorado abusivo fará com que você nunca se sinta muito bem com suas conquistas, de alguma forma. Pode ser que eles façam com que você acredite que não mereceu a promoção no trabalho, ou que simplesmente não está preparada para isso, fazendo você duvidar das suas capacidades.

Eles farão você sentir que não é boa o suficiente para eles, para que eles possam parecer melhores do que realmente são.

10) Ele faz você sentir que deve algo a eles

Manipuladores vão fazer você sentir que eles fizeram tanto por você, que é hora de você retribuir o favor.

Eles farão isso sempre falando sobre as coisas boas que fizeram por você no passado e como sua vida seria muito melhor se não fosse por eles.

Eles querem fazer você sentir que, se não fosse por eles, sua vida seria miserável. E que você precisa retribuir o favor quando eles tiverem passando por uma fase ruim. 

Como você ousa deixá-los agora? Depois de tudo que eles fizeram por você? Seria muita ingratidão da sua parte, você não é uma mulher fria dessa forma. 

11) Ele te chantageia emocionalmente

Os manipuladores usarão chantagem emocional para garantir que você não faça nada que eles não gostem.

Eles dirão coisas como “Estou fazendo isso por você” quando na verdade só estão fazendo isso porque querem algo de você.

A verdade é que os manipuladores farão de tudo para conseguir o que querem.

Eles usarão chantagem emocional, o que significa que usarão suas emoções contra você.

Manipuladores farão o que quiserem, mesmo que isso signifique terminar com você ou machucar as pessoas que você gosta.

“Meu relacionamento ainda pode ser tóxico mesmo se meu namorado não for uma pessoa manipuladora?”

Com certeza.

As dicas acima ajudam a identificar um caso mais específico de relacionamento abusivo, mas qualquer pessoa com autoestima destruída, por mais incrível que ela possa ser, e por melhor que sejam as intenções dela com você, podem se tornar uma fonte de toxicidade na sua vida.

Eu acabei de sair de um relacionamento assim. Estava com alguém incrível, amado por todos da cidade e considerado um exemplo de amigo e de profissional. Mas, na vida pessoal, ele não tinha a menor ideia de como oferecer amor para outra pessoa. 

Isso porque, além de não se amar, ele também não tinha muita noção de quem ele era. E aí esses são todos os sinais que você precisa prestar atenção:

  • a pessoa com quem você se relaciona se conhece bem?

  • a pessoa com quem você se relaciona, se ama?

Se a resposta for não para essas duas perguntas, o relacionamento de vocês com toda certeza se tornará tóxico em algum momento. E aí não adianta as intenções da pessoa.

Ela precisa primeiro cuidar de si, para depois conseguir oferecer algo de bom para você. E o melhor que você pode fazer é se afastar. O processo dela será longo, e você não deve ficar se machucando durante o processo.

De modo geral, se você se sente ofendida e está frequentemente precisando ensinar ao seu companheiro noções básicas de como te tratar com respeito, esse relacionamento já está tóxico.

Se você é invadida por sentimentos de raiva, fúria, ou tristeza além do normal, que afetam seu dia, te impedem de seguir normalmente com a sua rotina, porque você fica emocionalmente destruída tentando lidar com todos esses sentimentos negativos: esse relacionamento com certeza já deixou de ser saudável há um tempo.

Então agora que você sabe como identificar um relacionamento tóxico, o que você deve fazer?

Estratégias para sair de um relacionamento abusivo:

1) Cuide urgentemente da sua autoestima

Aqui tem uma lista completa com 16 dicas práticas de como desenvolver uma autoestima indestrutível, mas vamos aos pontos principais:

  • Corte o cabelo, invista numa mudança de visual

  • Entre na terapia

  • Fortaleça seu intelecto

  • Se exercite fisicamente, desenvolva hábitos saudáveis

  • Reconheça todas as suas conquistas

  • Seja generosa consigo mesma

Se você seguir toda a lista do artigo, irá se fortalecer e aos poucos se sentirá forte o suficiente para ser capaz de enfrentar a possibilidade de um futuro longe do seu atual companheiro, sem que isso pareça o fim do mundo. Você vai amar a sua existência, a mulher que você é, a sua própria companhia e a perspectiva de um futuro melhor, digno do seu merecimento.

Enquanto você não acreditar que merece algo melhor, vai ser impossível quebrar o ciclo.

2) Reavalie os seus sentimentos pelo seu companheiro

Será que você realmente o ama? Será que você entende o que é amor?

Quem ama não age dessa forma, nem consigo nem com os outros. E muitos sentimentos são confundidos com amor, como a carência, ou o tesão.

Nesse artigo eu escrevi 15 questões para você se perguntar e descobrir se o que está sentindo é mesmo paixão.

  • Você se importa mais com a opinião dele sobre você do que com a sua própria opinião de si mesma?

  • Você checa compulsivamente toda atividade online/nas redes sociais do seu companheiro?

  • Você pensa nele o tempo todo (e em praticamente nada além disso)?

  • Você negligencia outras áreas da sua vida por causa dessa relação?

  • Ele é o único assunto das suas conversas com seus amigos?

Se você respondeu sim para maioria (ou todas) essas perguntas acima, provavelmente você está confundindo outro sentimento com paixão. O amor, ou a paixão de alguém emocionalmente saudável, não pode nos consumir por inteira, não pode ser a nossa única paixão na vida.

E entender isso é o primeiro passo. Caso você passe a compreender que seus sentimentos não são saudáveis, e que não é assim que um amor deve ser vivenciado, vai ficar mais fácil você encontrar a coragem para terminar com seu companheiro.

Afinal, quanto mais tempo você continuar insistindo nessa relação, mais tempo vai levar para você finalmente viver um amor gostoso com alguém que está aí, preparado para te amar e te oferecer a relação que você merece ter.

3) Reflita sobre o que é de fato um bom namorado

Caso você esteja muito perdida, aqui tem mais de 50 dicas sobre o que significa ser um bom namorado. Reflita sobre essa lista e sobre outros pontos pessoais: como alguém precisa ser para ser bom para você?

De modo geral, um bom namorado é alguém que:

  • Está com a terapia em dia

  • Tem um bom nível de autoconhecimento

  • É honesto

  • É atento às suas necessidades

  • Sabe ouvir e também sabe falar

  • Não é orgulhoso

  • Tem uma boa relação com seus amigos e sua família

  • Tem uma boa relação com os próprios amigos e a própria família

Coloque essas coisas num papel, ou tenha elas memorizadas. Quanto mais você entender que o seu atual companheiro está longe de atender os requisitos básicos para ser um bom namorado, mais fácil vai ser pra você conseguir imaginar o momento do término.

4) Diga ao seu parceiro que ele está sendo manipulador e que o relacionamento de vocês é tóxico

Isso se você ainda tiver alguma esperança de mudar essa situação. Alguma esperança de que seu companheiro, no fundo, é uma pessoa boa e vai querer construir uma dinâmica diferente com você.

De qualquer forma, se você for apostar nessa possibilidade, é importante deixar claro para ele que você entende muito bem o que é um ambiente saudável para os dois, e que você não vai aceitar nada diferente daquilo que você merece: um relacionamento que faça bem para todo mundo. 

Ao mesmo tempo, vá tentando criar condições para sair dessa relação, caso ele não consiga mudar: você não pode apostar nessa possibilidade.

5) Fortaleça sua rede de afeto

Resgate laços que enfraqueceram com o tempo e busque novos laços. Tente construir uma rede de apoio independente do seu companheiro, para que você tenha suporte quando o seu companheiro não estiver mais na sua vida. 

Muitas vezes deixamos de terminar um relacionamento tóxico, porque não conseguimos imaginar nossa vida sem ele. Não apenas porque estamos sendo exageradamente dramáticas, mas porque nossa vida se tornou tão intrincada com a do nosso parceiro que realmente, não existe muita coisa fora disso.

Antes de terminar, busque construir coisas que não envolvam seu namorado. Se ele for muito tóxico, será uma grande dificuldade de realizar isso na prática, mas você precisa se impor, para que um dia tenha as condições materiais de terminar com ele.

6) Quebre os padrões abusivos dessa relação

Antes de pensar em término, comunique-o, como falamos no ponto número 4, sobre como você não está mais disposta a viver em um relacionamento tóxico, e que as coisas precisam mudar entre vocês dois.

Nesse artigo, escrevemos 14 dicas para fazer seu casamento dar certo que podem ser aplicadas agora. 

Aposte na comunicação e no autoconhecimento do casal. Façam terapia, juntos ou separados. Criem hobbies em comum. Eliminem o conceito de culpa e façam críticas construtivas, sem que elas se tornem ataques. 

Essas são só algumas das dicas que você pode começar a aplicar na relação de você, e quem sabe você consegue construir um relacionamento saudável com a pessoa que está ao seu lado hoje.

7) Trabalhe bem a comunicação entre vocês

Um relacionamento saudável precisa ter uma dinâmica de comunicação saudável. Não existe joguinho, manipulação, chantagem, mentiras… Nada disso pode fazer parte da relação entre vocês. E ele precisa saber que essas coisas não serão mais toleradas.

Você precisa saber que ele está dando o seu melhor (porque em um relacionamento saudável as duas pessoas estão sempre dando o melhor de si) e que ele está ativamente trabalhando nessas questões. 

Aqui temos 9 dicas para melhorar a comunicação na sua relação atual.

8) Fale para seus amigos mais próximos sobre sua vontade de sair do relacionamento tóxico

Você não deve (nem pode) passar por isso sozinha. Comunique as pessoas da sua confiança sobre a dificuldade da atual situação e do seu desejo de conseguir sair dela. Peça ajuda e suporte emocional dessas pessoas.

Você ficará surpresa com a solidariedade das pessoas. Todo mundo já passou por isso e te ajudará a fortalecer sua rede de apoio, te manter focada no seu objetivo e te auxiliar na percepção da realidade.

Por exemplo: se você ainda estiver apostando na mudança do seu namorado para que o relacionamento se torne algo saudável para os dois, compartilhe as mudanças na relação para os seus amigos e confie no julgamento deles. 

Eles te ajudarão a compreender se, de fato, existe um progresso em que vale a pena seguir apostando. Ou se você segue insistindo em uma situação que só te causa dor e sofrimento…

9) Se fortaleça espiritualmente

Caso você seja uma pessoa religiosa, busque força na sua fé. Faça rituais, converse com um padre, leia livros de autoajuda… O que fizer sentido para você entender que ninguém merece viver se martirizando.

Afinal, Jesus não morreu na cruz por nós para que a gente siga levando chibatada dos outros (ou de nós mesmos), né?

Somos seres livros com direito a felicidade, e todos somos dignos dela. Busque se lembrar disso e não aceitará receber menos do que você merece.

Conclusão

Sair de um relacionamento tóxico nunca é fácil. Isso porque, se você entrou num relacionamento assim, já entendemos que você não está tão bem emocionalmente. Nem você nem seu companheiro. 

Mas você está procurando sair disso. E é possível. Se o seu companheiro for uma pessoa boa, mas adoecida, ele ainda será capaz de te oferecer o relacionamento que você merece ter, se ele cuidar de si.

Caso você seja a pessoa adoecida, é você quem precisa fazer esse trabalho de autocuidado. Mas a verdade é que não vale a pena continuar junto durante esse processo, porque enquanto vocês estiverem doentes, vocês continuarão se machucando frequentemente.

Sejam maduros e comprometidos com a melhora de vocês.